Como escolher minha escova de dente?

Tempo de leitura: 11 minutos

alt="como escolher minha escova de dente"

Como escolher minha escova de dente?

Escovar os dentes é um costume ancestral. Civilizações antigas utilizavam galhos após as refeições, esfregando-os lentamente nos dentes para limpá-los. As escovas de dente que conhecemos hoje só foram criadas em 1930 e passaram a ser realmente conhecidas após a Segunda Guerra Mundial – e a partir de então houve uma popularização do produto. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), a demanda do mercado de escovas dentais tem aumentado continuamente ao longo dos anos.

Portanto, como a escolha de escova de dente adequada não é uma tarefa fácil,resolvi escrever algumas considerações para que você faça uma escolha correta.

Requisitos de uma escova de dente ideal

  • Cerdas: : As escovas de dentes devem possuir cerdas com uma certa rigidez para garantir a remoção da placa, porém macias, com extremidades arredondadas, e planas (sem multiníveis) para possibilita uma escovação atraumática e delicada. As cerdas duras são contraindicadas por machucarem a gengiva (causando retração gengival) e até desgaste dentário. Existem escovas com cones de borracha, e cerdas de borracha associadas às cerdas normais. Esse tipo é contra-indicado para quem tem propensão à recessões gengivais, pois pode ocorrer um agravamento dessa recessão. Cerdas super-macias são indicadas para pessoas que têm sensibilidade, retrações gengivais ou que passaram por cirurgia bucal recente. Também indico essas escovas para os pacientes que têm uma empunhadura muito forte, ou seja, fazem muita força durante a escovação. As escovas médias ou mais duras podem ser usadas para a limpeza da prótese total ou removível, caso as possua. Escolha sempre escovas com cerdas da mesma altura, pois elas proporcionam uma limpeza mais efetiva.
  • Cabeça: deve ser pequena para possibilitar o acesso aos diversos locais dentro da boca (espaços entre a bochecha e os dentes e entre a língua e os dentes tanto anteriores como posteriores). Além disso, deve ser multitufulada (possuir muitos tufos de cerdas). Evite escova de cabeça grande independentemente do tamanho da sua arcada dentária. As de cabeça pequena conseguem alcançar áreas mais profundas da arcada, sem “bater” em estruturas bucais. Permitindo assim uma escovação mais eficiente. A cabeça da escova deve ter um tamanho que limpe de um a dois dentes por vez e permita o acesso aos dentes do fundo .
  • Cabo: o cabo das escovas deve possibilitar uma boa empunhadura (forma como pegamos na escova), para a realização dos movimentos corretos durante a escovação e também para absorver as cargas excessivas. Ele não deve ser muito flexível, pois assim impedirá uma correta execução dos movimentos.
  • Características gerais: as escovas dentárias devem ser leves, de boa qualidade e de fácil higienização (quanto mais lisa melhor para não acumular resíduos com o tempo de uso). Portanto, a melhor escova é a mais simples. Sempre os fabricantes estão lançando formatos e cores diferentes, mas isso é pura estratégia de marketing para o lançamento de novos produtos que iludem o consumidor final.

Tipos de escovas dentais

Convencionais: São as escovas comuns encontradas com facilidade no mercado

Elétricas: As escovas elétricas são ótimas para aqueles pacientes que têm alguma dificuldade motora, apesar de seu custo ser mais elevado. Pessoas sem essa dificuldade não têm a necessidade do uso desse tipo de escova, pois atrapalha o hábito dos movimentos corretos.

alt="escova de dente elétrica"

Interdentais: As escovas interdentais são indicadas para limpar entre os dentes quando o paciente possui um espaço formado entre eles, os chamados “triângulos negros”. Isso ocorre devido à perda de altura das papilas interdentais. Devem ser usadas pelos pacientes com aparelhos ortodônticos para a limpeza entre os braquetes ,fio e dentes. Essas escovas são fundamentais nas próteses chamadas de pontes fixas, e também em próteses sobre implantes chamadas próteses protocolo.

alt="escova interdental"alt="escova interdental colgate"

Escovas Unitufo: São aquelas que contém um único tufo na ponta, são excelentes como coadjuvantes das escovas tradicionais, para alcançar áreas mais difíceis como a região dos sisos e de dentes apinhados.Outras são chamadas Bitufo, por possuírem cerdas nas duas extremidades.

alt="escova unitufo"alt="escova bitufo"

Escovas de Prótese Total : Elas possuem cerdas com formato anatômico para a limpeza adequada tanto da parte interna como da parte externa da prótese total ou dentadura.

alt="escova de prótese total"
escova de prótese total

Escovação da Língua

A língua pode ser higienizada com a própria escova ou com limpadores de plástico próprios mais indicados para este fim. Há vários modelos no mercado, mas você consegue fazer uma boa higienização com sua própria escova.

alt="escova lingual"alt="limpador de língua"

 

Armazenagem

Você precisa ter alguns cuidados na hora de armazenar a escova, para que não haja contaminação bacteriana.

  • Depois de escovar seus dentes, lave muito bem sua escova removendo todos os resíduos de pasta de dente. Seque-a com uma toalha.
  • Use uma caixa de acrílico para transportá-la dentro de sua bolsa e pelo menos um protetor para a cabeça de sua escova
  • Cuide com o local que você a deixa no banheiro. Escolha locais fechados como gavetas e armários, e use capinhas próprias. Assim você evita que insetos como baratas e formigas pousem sobre ela. Não deixe-a na pia perto do vaso sanitário, pois quando a descarga é acionada partículas de fezes podem contaminá-la .

alt="Protetor de escova de dente"

Higienização

Após a escovação, lave-a com água corrente, remova o excesso e borrife uma solução de gluconato de clorexidina 0,12% antes de guardá-la. É só colocar num borrifador pequeno essa solução que pode ser feita em qualquer farmácia de manipulação por um custo bem menor que as soluções prontas. Basta pedir uma receita ao seu dentista. Ou se quiser pode comprar direto na farmácia com o nome de PERIOGARD

alt="Periogard"

Quando devo trocá-la?

O ideal é trocar sua escova a cada 3 meses, mas se antes desse período ela apresentar as cerdas abertas e perder sua forma original, deve ser substituída, pois terá perdido sua eficiência na remoção da placa bacteriana. Além disso, é muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou doença contagiosa, para diminuir o risco de nova infecção através dos germes que se aderem às cerdas.

Escovas CURAPROX

Agora que já sabemos escolher uma boa escova de dentes, vou falar da minha escova preferida dos últimos tempos, a Curaprox ultra soft 5460, que reuni todas as características ideais de uma escova de dentes.

A Curaprox é uma marca suíça de higiene oral que está no mercado desde 1972. Além da Curaprox ultra soft 5460, modelo que adquiri, a marca tem uma gama muito grande de escovas (escovas manuais para adultos e crianças, escovas elétricas, escovas interdentais, higienizadores de língua, escovas infantis e muitos os produtos para crianças).

O que diz a marca:

  • Suaves e não traumáticas: graças às cerdas CUREN®;
  • Eficácia total na limpeza por causa da grande quantidade de cerdas;
  • A cabeça compacta, ligeiramente inclinada, e o cabo oitavado ajudam a escovar no ângulo correto, garantindo uma melhor limpeza.

As cerdas são de CUREN® um tipo de fibra muito fina, diferente do nylon, que  podem riscar o esmalte dental e provocar lesões na gengiva, a depender da quantidade de força utilizada na escovação.

Ela possui 5.460 cerdas com 0,10 mm de espessura são ultra macias com as extremidades arredondadas que promovem, com a técnica correta de escovação, a desagregação e remoção do biofilme dental ( placa dental) sem traumatizar os dentes e os tecidos gengivais. Ao escovar com esta escova a sensação que temos é de estarmos fazendo um carinho ou massagem nos dentes, muito bom!

Cabo

O seu cabo oitavado ajuda na empunhadura ,tornando mais confortável ao uso  e facilitando a escovação no ângulo correto,  garantindo assim uma limpeza mais eficiente.

Ela vem com capinha protetora das cerdas, ótima para colocarmos a escova na nécessaire em seu transporte.

Quem está acostumado com as escovas tradicionais vai estranhar a sua maciez.  Quando o paciente volta a usar a escova anterior acaba relatando um desconforto. Assim, ele acaba optando pela CURAPROX  para uso contínuo.

Por ser uma escova importada, o preço dela é um pouco maior que as nacionais. Se você tem condições para adquiri-la eu recomendo. Mas caso opte pelas escovas tradicionais, basta seguir as dicas anteriores para uma melhor escolha.

Tipos de escova CURAPROX

alt="cs 5460 ulta soft"
cs 5460 ultra soft

Por causa da extrema suavidade e poder de limpeza, as gengivas amam essas escovas. A CS 5460 ultra macia é recomendada por dentistas do mundo inteiro. São 5.460 cerdas de CUREN® com 0.10mm de diâmetro.

alt="cs smart"
cs smart

Desenvolvida para a higiene oral das crianças à partir dos 6 a 7 anos é uma escova dental muito versátil e que pode ser utilizada pelos adultos. Ela agrega todas as vantagens da consagrada escova CURAPROX 5460, porém com dimensões mais reduzidas. A Smart possui um cabo mais curto, uma cabeça mais compacta e 7600 cerdas de Curen® com filamentos de 0,08mm de diâmetro. Isto proporciona uma escovação totalmente efetiva sem provocar abrasão do esmalte e machucar as gengivas no longo prazo.

alt="ck 4260 curakid"
ck 460 curakid

A escova curakid possui uma cabeça pequena e anatômica com filamentos extremamente finos. Recomendada para bebês imediatamente após a erupção do primeiro dente e para crianças com até 6 anos de idade. Desenvolvida em cooperação com a Universidade de Berna. São 4260 cerdas de CUREN® com 0,10 mm de diâmetro.

alt="cs 3960 super soft"
cs 3960 super soft

Indicada para quem gosta de uma escovação um pouco mais intensa, porém, sem agredir a gengiva. Usada ainda para fazer a transição de uma escova mais dura para uma CURAPROX ultra macia. São 3.960 cerdas de CUREN® com 0,12mm de diâmetro.

alt="cs 1650 soft"
cs 1560 soft

Ideal para quem está acostumado com uma pressão um pouco maior ao escovar os dentes, mas não quer agredir o sulco gengival. Também usada por quem deseja se acostumar aos poucos com a extrema maciez das escovas CURAPROX. São 1.560 cerdas de CUREN® com 0,15mm de diâmetro.

alt="cs 5460 ortho ultra soft"
cs 5460 ortho ultra soft

Por causa de sua canaleta central, com encaixe específico para os braquetes, permite uma limpeza efetiva, favorecendo a limpeza de todos os componentes do aparelho ortodôntico. São 5.460 cerdas de CUREN® com 0,10 mm de diâmetro.

alt="cs 1006 unitufo"
cs 1006 unitufo

Ideal para uma limpeza dente a dente , retoques e para a margem gengival. Com 6 mm de comprimento e cerdas de CUREN® com 0,15 mm de diâmetro.

alt="cs 1009 unitufo"
cs 1009 unitufo

Especialmente indicada para casos de implantes, aparelhos ortodônticos e próteses. Com 9 mm de comprimento e cerdas de CUREN® com 0,15 mm de diâmetro.

alt="escova curaprox ata"

Na escova ATA, o design do cabo favorece o uso da escova na forma de caneta, com a ponta dos dedos, sem exercer pressão demasiada. É quase impossível usá-la com a mão empunhada. São 4.060 cerdas de CUREN® com 0,10 mm de diâmetro.

alt="cs surgical special care"
cs surgical special care

Desenhada para o controle da placa bacteriana após cirurgias, assim como para pacientes que estão em radioterapia. Foi desenvolvida em parceria com a Universidade de Berna. São 12.000 cerdas de CUREN® (mais que o dobro da 5460!) com 0,06 mm de diâmetro.

Vale lembrar que a escovação apenas com a escova não é o suficiente. O uso do fio dental é imprescindível para uma higiene bucal adequada.

Consulte sempre seu dentista para saber qual a escova mais indicada para você!

Dra. Raquel Cristina Faria

Tem mais alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo telefone abaixo ou envie-nos uma mensagem  clicando AQUI

alt="whatsapp Dra Raquel Cristina Faria"

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *