Tire suas dúvidas sobre clareamento dentário

Tempo de leitura: 7 minutos

alt="dicas para o clareamento durar mais"

Tire suas dúvidas sobre Clareamento Dental

O sorriso será sempre nosso cartão de visita! Uma boca com aspecto saudável é imprescindível para um bom relacionamento pessoal e profissional. Dentes brancos, com aparência jovial  melhoram nossa autoestima e qualidade de vida.

Antes de sabermos como fazer o clareamento dental durar mais, precisamos saber quais as causas do escurecimento dos dentes.

Dentes amarelos passam a imagem de descaso e/ou doença. Mas por que os dentes ficam amarelados?

Causas do escurecimento dentário:

alt="causas do escurecimento dentário"

  • Genéticas – as características de cor dos dentes podem ser herdadas geneticamente. Muitas crianças ao trocarem a dentição decídua (dentes de “leite”) pela dentição permanente podem apresentar dentes com a coloração mais escura.
  • Alterações endócrinas de hormônios da tireóide – essas alterações podem causar manchas e modificar a cor natural dos dentes
  • Uso de Medicação – alguns medicamentos como o antibiótico “tetraciclina” podem provocar a alteração na estrutura dentária durante a sua formação, por isso devem ser evitados.
  • Tratamentos – Muitas vezes o tratamento endodôntico pode causar escurecimento dentário. Mas isso depende muito da técnica utilizada para a obturação dos canais pelo cirurgião-dentista e do tempo que o paciente demorou para buscar o atendimento. Restaurações em amálgama de prata também podem escurecê-los por causa da presença de chumbo.
  • Idade – com o passar do tempo nossos dentes vão ficando mais amarelados. Mesmo realizando sessões de clareamento eles podem não voltar ao mesmo tom que possuia durante a adolescência. O tipo de esmalte também influencia muito, pois há superfícies mais lisas que dificilmente mancham e outras mais porosas e trincadas que mancham com mais facilidade.
  • Falta de uma higienização adequada – muitas pessoas escovam o dente com frequência, mas não da forma correta. Isso pode contribuir para o escurecimento acelerado dos dentes.
  • Alimentos – Muitos alimentos que contém corantes, como o caroteno, que é um pigmento natural antioxidante (tomate, cenoura e beterraba) mancham os dentes. O açaí também pode ser um vilão nesse aspecto. Já alimentos industrializados, principalmente com a cor laranja e vermelha como molho ou extrato de tomate, molho de soja, gelatina e sucos em pó contém corantes C2(artificiais) também colaboram para o escurecimento dentário.
  • Bebidas – café, chocolate, chá-verde, chá-preto, vinho tinto, suco de uva, refrigerante de cola também contém corantes. O ideal é realizar a escovação imediatamente após o consumo desses alimentos e bebidas para diminuir o tempo de exposição dos corantes à superfície dentária.
  • Fumo – a nicotina, além de causar vários males à saúde também fica impregnada nos dentes. Dependendo do tipo de esmalte os dentes amarelam bem rápido. E não adianta escová-los a cada cigarro, pois o excesso de escovação também é prejudicial…

 

alt="moldeira clareamento caseiro"

Quais os tipos de clareamento dentário?

Há, basicamente, duas formas possíveis de clarear os dentes:

  • Clareamento por meio de luzes (Halógena, LED ou Laser)
  • Clareamento dental  caseiro.

Os resultados de ambos os métodos são semelhantes, o que varia é a duração dos procedimentos. O tratamento com luz é bem mais rápido por utilizar um gel clareador bem mais forte que o gel utilizado no clareamento caseiro (peróxido de carbamida). Enquanto os ativados por luz proporcionam resultado imediato (na mesma sessão), o tratamento caseiro leva pelo menos três semanas.

No consultório, um gel clareador (peróxido de carbamida) é aplicado nos dentes, sem que haja contato com os lábios e gengivas. Depois, um feixe de luz é aplicado para ativar o produto e acelerar o processo de clareamento. O laser contribui para a diminuição da sensibilidade após o procedimento.

Em casa, um gel mais fraco (peróxido de carbamida) é colocado em uma moldeira de acetato. O gel deve ser fornecido pelo cirurgião-dentista e não deve ser comprado pela internet , pois não se sabe a composição da fórmula e sua procedência.

Os pacientes devem ser alertados que muitas vezes as restaurações nos dentes da frente deverão trocá-las após o clareamento dentário, pois as resinas compostas não clareiam na presença do gel.

Qual a idade mínima para se fazer o clareamento dentário?

O clareamento dental é indicado para pessoas acima de 16 anos e não garante resultados iguais para todos os pacientes.

Quais casos são contraindicados?

Não é recomendado para tratar manchas acinzentadas ou de cor marrom forte, que podem ter sido ocasionadas pelo uso do antibiótico “tetraciclina” na infância, ou por tratamentos de canal. No último caso, o clareamento deve ser realizado na parte interna do dente, quando corretamente indicado. Em casos onde não se obtém um resultado satisfatório é necessária a confecção de uma faceta de porcelana para melhorar a estética. Por isso a avaliação de um profissional capacitado é fundamental, Dentes amarelados clareiam muito mais do que dentes que puxam pra tonalidade do marrom e do cinza. Também não está indicado para gestantes.

Existem fórmulas caseiras para clareamento dental?

Todos os dias aparecem muitas coisas absurdas na internet. Geralmente indicam fazer o uso de produtos ácidos e substâncias abrasivas como o bicarbonato de sódio, limão e até carvão! Esse produtos podem causar a desmineralização do esmalte o que causa desgaste dentário e até retrações gengivais. O bicarbonato de sódio utilizado nas pastas de dente tem suas partículas com uma granulação específica que não causam prejuízo ao esmalte dental, o que é bem diferente do bicarbonato que encontramos nos supermercados. Por isso, evite fazer uso de qualquer solução “milagrosa” que apareça por aí. Consulte sempre um profissional de confiança.

O clareamento causa sensibilidade dentinária?

alt="causas da hipersensibilidade"

A sensibilidade causada pelo clareamento não é mais um problema como há alguns anos atrás. Antes os dentistas indicavam o uso do gel nas moldeiras durante toda a noite. Hoje , além dos produtos terem evoluído bastante, a indicação é que se use de 3 a 4 horas por dia o clareamento caseiro. Dessa forma, a sensibilidade é temporária e muitas vezes inexistente.  Recomendam-se cuidados na ingestão de líquidos muito gelados durante as primeiras 24 horas.  Podem também ser aplicados agentes dessensibilizantes no consultório e pastas de dente específicas para uso caseiro. A aplicação terapêutica do laser no consultório oferece resultados muito satisfatórios.

Como fazer o clareamento durar mais?

  • Após a realização do procedimento de clareamento dentário, deve-se ter cuidados com a ingestão de alimentos com corantes. Devemos diminuir o consumo das bebidas citadas, mas se não for possível, usar um canudo para evitar a exposição à superfície dentária.
  • Escovar os dentes após a ingestão desses alimentos e bebidas. Mas lembre-se que a escovação exagerada também pode causar desgaste dental. Caso não tenha uma escova à mão, pelo menos enxague bem a boca para minimizar os efeitos nocivos.
  • .Use o creme dental branqueador. Nessa fase do clareamento ele pode acelerar os resultados. Há também no mercado soluções antissépticas clareadoras para serem usadas pré ou pós-escovação. Essas soluções são incolores, pois não devem possuir corantes em sua fórmula. Se você tiver enxaguantes bucais de cores escuras você deve descartá-los.
  • Evite o cigarro. Para pacientes fumantes o clareamento está contraindicado. Ele pode até acontecer mas a duração será bem menor e o resultado insatisfatório.

 

Quanto tempo dura o clareamento dentário?

alt="quanto tempo dura o tratamento"

O resultado dos tratamentos tem duração média de dois anos, dependendo dos cuidados que o paciente tem em relação a seus hábitos alimentares e higiene dental conforme descrito anteriormente.

Caso tenha mais alguma dúvida, entre em contato conosco: CLIQUE AQUI!

Ou faça-nos uma visita, será um prazer atendê-lo(a)! Endereço

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *